"Quero fazer da minha existencia lesbica feminista a produção crítica de mim mesma e do mundo!"

(frase criada por várias lésbicas feminista do Brasil- Marylucia Mesquita, Luanna Marley, Kaká Kolinsk...)

terça-feira, 19 de maio de 2009

Hora da poesia....

Tranças desfeitas
E teus cabelos soltos
a envolver-me por inteira
Nunca te vi usando tranças
Mas desejo sempre
desfzê-las
Desejo ver-te por inteira
Imensamente, depois, dentro de mim...
Desejo teu rosto, teus lábios,
teu corpo, desejo teu
ser mulher, teu conhecimento.
Desejo ter pra possuir também
as tranças que há em mim!

Mariana Costa!

3 comentários:

Ale Guerra disse...

linda mariana, sua poesia é linda! vamos nos reunir quinta..
nos falamos melhor..
bjs

O DIÁRIO LOUCO disse...

Minha flor de mandacaru....
Quinta estarei trabalhando até não sei que horas...
poderia ser na sexta!?
Finalmente o silêncio quebrado ...pelo menos isso...

keilyane disse...

muito legal esse poema ai ....demais,,,,,